Bienal do Livro Amazonas

May 04

Sucesso de público!

image

A 1ª Bienal do Livro Amazonas comemora o número de visitantes. Até a noite de quinta-feira, 150 mil pessoas haviam visitado o evento, como informam os organizadores. A expectativa é de que 200 mil visitantes até o último dia do evento, no próximo domingo (6).

Os números da Bienal não param por aí.

Em sete dias, 80 livros foram lançados pelas editoras e livrarias Lira, Valer, Reggo, Tupinambá e Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas. Até a noite de hoje (sexta-feira, 4), a Bienal registrou a realização de 71 sessões, com 63 convidados, entre autores, mediadores, curadores e atores que marcaram presença em um dos quatro espaços de atividades do evento: Tacacá Literário, Floresta de Livros, Território Livre e Livro Encenado.

Ufa!

A boa notícia é que a Bienal acontece até o próximo domingo e você pode curtir MUITAS atrações por aqui.

Venham! Venham! Venham!

O “Guia politicamente incorreto da filosofia”, de Luiz Felipe Pondé, roubou a cena nesta semana ao assumir o primeiro lugar na lista de mais vendidos de não ficção no Brasil, com 3.128 exemplares vendidos.  O livro está à venda aqui na Bienal do Livro Amazonas. Venha e garanta o seu exemplar!

O “Guia politicamente incorreto da filosofia”, de Luiz Felipe Pondé, roubou a cena nesta semana ao assumir o primeiro lugar na lista de mais vendidos de não ficção no Brasil, com 3.128 exemplares vendidos.

O livro está à venda aqui na Bienal do Livro Amazonas. Venha e garanta o seu exemplar!

Floresta de Livros - para todas as idades

image

Não negue, você ficou encantado (a) com a Floresta de Livros. As histórias contadas (e cantadas) pela companhia amazonense Artcena conquista a todos os presentes e é um dos grandes sucessos da Bienal do Livro Amazonas.

Na opinião da atriz Kamila Jeniffer, a experiência de participar da 1ª Bienal no Amazonas como profissional de teatro está sendo única e muito gratificante. “A contação é mágica, ela dá vida a tudo que está dentro do livro. É um grande incentivo à leitura”, apontou.

Quem já veio aqui, com certeza ficou com algumas canções na cabeça e viajou no tempo, até sua infância (no caso dos mais crescidinhos) e curtiu o espaço.

Fica aqui o convite: Venham e vivam essa história! =)

Nesta sexta-feira, o Tacacá Literário falou sobre a literatura amazonense contemporânea. Quem participou da conversa foi o escritor Allison Leão e a contista Vera do Val. "Quando eu dou uma aula sobre literatura amazonense, percebo que na lista de livros da bibliografia metade dos autores que escrevem sobre o Amazonas são nascidos fora do estado. Isso é muito significativo. Os autores que são de fora e vem pra cá, como a Vera do Val, têm um olhar diferente do homem que nunca saiu da província. E quando falo em sair da província, não me refiro somente a uma saída física, mas também a um deslocamento imaginário”, observa o escritor e professor Allison Leão, no Tacacá Literário.

Nesta sexta-feira, o Tacacá Literário falou sobre a literatura amazonense contemporânea. Quem participou da conversa foi o escritor Allison Leão e a contista Vera do Val.

"Quando eu dou uma aula sobre literatura amazonense, percebo que na lista de livros da bibliografia metade dos autores que escrevem sobre o Amazonas são nascidos fora do estado. Isso é muito significativo. Os autores que são de fora e vem pra cá, como a Vera do Val, têm um olhar diferente do homem que nunca saiu da província. E quando falo em sair da província, não me refiro somente a uma saída física, mas também a um deslocamento imaginário”, observa o escritor e professor Allison Leão, no Tacacá Literário.

May 03

O Tacacá Literário de hoje recebeu a escritora Ana Paula Maia e o jornalista-escritor-crítico literário Sérgio Rodrigues. Eles participaram da mesa “Meu livro não é de papel”,  que discutiu a existência de um novo tipo de leitor, aquele que está acostumado com os meios eletrônicos, com sua rapidez e fragmentação. 
"Depois que eu lancei meu primeiro romance, fiquei com muitos exemplares dentro de casa. Não tinha espaço nem para caminhar dentro do quarto. Então, decidi criar um blog. A ideia era que uma pessoa no Japão que soubesse português pudesse acessar e ler o que eu escrevia. Essa experiência foi muito positiva”, conta a escritora Ana Paula Maia, no Tacacá Literário.

O Tacacá Literário de hoje recebeu a escritora Ana Paula Maia e o jornalista-escritor-crítico literário Sérgio Rodrigues. Eles participaram da mesa “Meu livro não é de papel”,  que discutiu a existência de um novo tipo de leitor, aquele que está acostumado com os meios eletrônicos, com sua rapidez e fragmentação. 

"Depois que eu lancei meu primeiro romance, fiquei com muitos exemplares dentro de casa. Não tinha espaço nem para caminhar dentro do quarto. Então, decidi criar um blog. A ideia era que uma pessoa no Japão que soubesse português pudesse acessar e ler o que eu escrevia. Essa experiência foi muito positiva”, conta a escritora Ana Paula Maia, no Tacacá Literário.

Grande personalidade no mundo esportivo, Carlos Alberto Parreira, ex-técnico da Seleção Brasileira, esteve hoje na Bienal do Livro Amazonas. Ele participou no Território Livre da mesa “Futebol e Copa da Mundo: uma conversa com Parreira”. 
Parreira entrou na arena do Território Livre sob aplausos. O espaço estava lotado, todos queriam ver de perto um dos responsáveis pelo tetracampeonato de 1994.  “Nenhum povo se envolve tanto com futebol como o nosso. Você vê aqui os estádios cheios, lotados. Crianças de todas as idades sabem tudo de futebol, querem ser jogadores de futebol. A minha netinha de cinco anos já grita ‘Vasco!’. Os outros países gostam de futebol, mas essa paixão só o povo brasileiro tem. É isso que nos diferencia”, comentou Carlos Alberto Parreira. 

Grande personalidade no mundo esportivo, Carlos Alberto Parreira, ex-técnico da Seleção Brasileira, esteve hoje na Bienal do Livro Amazonas. Ele participou no Território Livre da mesa “Futebol e Copa da Mundo: uma conversa com Parreira”.

Parreira entrou na arena do Território Livre sob aplausos. O espaço estava lotado, todos queriam ver de perto um dos responsáveis pelo tetracampeonato de 1994.  

“Nenhum povo se envolve tanto com futebol como o nosso. Você vê aqui os estádios cheios, lotados. Crianças de todas as idades sabem tudo de futebol, querem ser jogadores de futebol. A minha netinha de cinco anos já grita ‘Vasco!’. Os outros países gostam de futebol, mas essa paixão só o povo brasileiro tem. É isso que nos diferencia”, comentou Carlos Alberto Parreira. 

Devoradores de livros aqui na Bienal

image


Olhem esses alunos da Escola Estadual Antônio Lucena Bittencourt!
Através do programa de Visitação Escolar, patrocinado pela Eletrobras, eles ganharam um vale de R$ 25 e com isso, garantiram novos títulos. 

Detalhe: Eles não largam a leitura nem para a foto ;)

May 02

O Tacacá Literário recebeu hoje os escritores Rodrigo Lacerda e Paulo Roberto Pires. Eles participaram da mesa “Mundo de Livros” e debateram sobre o mercado editorial brasileiro. "Quando as pessoas discutem se os e-books vão substituir o livro impresso, basta olhar para as livrarias e feiras. Em todos os cantos tem uma quantidade enorme de livros publicados em papel. Acho que esse tipo de discussão existe porque as pessoas precisam ter assunto. Sempre surge essa estranha suposição que as novas tecnologias são excludentes. Não são", afirma o contista Rodrigo Lacerda.  

O Tacacá Literário recebeu hoje os escritores Rodrigo Lacerda e Paulo Roberto Pires. Eles participaram da mesa “Mundo de Livros” e debateram sobre o mercado editorial brasileiro. 

"Quando as pessoas discutem se os e-books vão substituir o livro impresso, basta olhar para as livrarias e feiras. Em todos os cantos tem uma quantidade enorme de livros publicados em papel. Acho que esse tipo de discussão existe porque as pessoas precisam ter assunto. Sempre surge essa estranha suposição que as novas tecnologias são excludentes. Não são", afirma o contista Rodrigo Lacerda.  

Promoção “Repórter por um dia na Bienal do Livro”

Vai rolar uma promoção imperdível por aqui: “REPÓRTER POR UM DIA NA BIENAL DO LIVRO”

Os fãs de Leonardo Vieira (foto), que participa neste sábado do Livro Encenado, terão a possibilidade de estar frente a frente com o ator. 

Basta completar a seguinte frase: “Mereço ser REPÓRTER POR UM DIA NA BIENAL DO LIVRO porque…..”

O autor da frase mais criativa fará uma entrevista com o ator, no dia 5 de maio, que será gravada e fotografada pela equipe das redes sociais para depois ser publicada no Facebook e Twitter. 

Para participar, clique no link abaixo! 

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=351793734878221&set=a.302238583167070.69801.281458351911760&type=1 


image

May 01

[video]